top of page

Como funciona o gerenciamento de temperatura intravascular




A temperatura é um dos 4 sinais vitais de maior importância.


Conservar a temperatura-alvo é fundamental para a manutenção da vida. O gerenciamento da temperatura-alvo, que abrange controle de febre, hipotermia terapêutica (HT) e aquecimento, demonstrou resultados comprovados de melhoria do desfecho de pacientes, redução de complicações e geração de impacto econômico benéfico para hospitais e sociedade.


As sociedades médicas mais importantes recomendam o gerenciamento da temperatura como procedimento padrão na assistência a pacientes cirúrgicos ou com doenças crônicas.


  • AANS American Association of Neurological Surgeons

  • AHA American Heart Association

  • ASA American Society of Anesthesiologists


O Thermogard XP alcança e mantém a temperatura-alvo com variação de 0,2 ºC para mais ou menos em 100% do tempo. Uma das características fundamentais do sistema Thermogard XP é a capacidade de resfriar e aquecer o corpo de dentro para fora. O sistema consiste no console e em um catater de troca de calor multibalão. Um soro fisiológico frio ou quente circula pelo cateter (sem infusão no apciente) em circuito fechado, resfriando ou aquecendo rapidamente à medida que o sangue venoso passa sobre os balões.


O Thermogard foi projetado para que a equipe médica se dedique ao paciente em vez de se preocupar com o controle do dispositivo de temperatura. Após a inserção do cateter e a definição dos parâmetros da temperatura-alvo, ele assumirá o controle e passa a cuidar do alcance e manutenção da temperatura com rapidez e absoluta confiança.




3 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page